quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Amor. Tão cego, tão mudo, Tão bobo... Tão cheio de razão.

Por que você é assim?
Tão meu e tão do mundo.
Porque você é assim?
Só calor, tão intenso, tão humano.
Porque você me deixa assim?
Sem saber como caminhar, tropeçando em tuas palavras.
Porque me deixar assim?
Meio tonta, meio boba e completamente alienada.
Por que não me tira logo desse lugar, não agüento mais vagar por esse teu olhar de reprimenda, eu quero sair, passear pela tua boca, sentir o gosto de uva verde e hortelã, a sensação macia do teu olhar procurando o meu, sem desprezo, sem punição. Você que outrora me abraçava com vontade, me despia a dor até o chão, me obrigava a ser só paz, a ser só tua, caminhando em minha direção de braços abertos, abraçando todo o amor que é teu por direito e por loucura. Olha pra tua coragem sofrida, coragem derrotada... por que eu sei que por ti sou tão amada... Orgulho punitivo esse seu... o que você quer afinal? Vamos apostar em quem doe mais?





Porque Você é assim?
Tão inconseqüente tão mimada.
Porque você é assim?
Tão linda, tão intensa, tão cheia de vida.
Porque me deixa assim?
Preso, amordaçado e enjaulado por esses teus abraços.
Porque me deixar assim?
Meio louco, meio zanga, e sempre apaixonado.
Você parece não notar os danos que causou, não percebe a decepção ardida dos sonhos desfeitos, prefere a alienação ao invés da culpa..."Cega" e Bela... Tudo que eu mais queria era te colocar nos braços e beijar tua boca vermelha e sentir o gosto de cereja e canela, descer pelo teu pescoço, sentindo o cheiro de jasmim... Esses sabores que exalam de ti, sempre me deixando louco... Declarei luta desarmada contra mim e contra todos, desfaleço diante do meu fracasso, tentar te esquecer é um pesadelo impossível... Esses teus olhos verdes me perseguem, invadem a alma, me sinto fraco... Alimento-me do orgulho ferido... Aposta violenta, razão X emoção, se confrontam dia e noite. Eu? Tento não pensar... Em vão.


[Poliana Fonteles]



"Ah o amor ... que nasce não sei onde, vem não sei como e dói não sei porque..."
( Carlos Drumond de Andrade)

"Vós, que sofreis, porque amais, amai ainda mais. Morrer de amor é viver dele."
      (Victor Hugo)

24 comentários:

  1. lendo esse texto me veio na lembraça "desculpe, mas te chamo de amor"

    ficou perfeito!!!

    ResponderExcluir
  2. Poliana linda!
    Assim já dizia Camões:

    "Amor é fogo que arde sem se ver;
    É ferida que dói e não se sente;
    É um contentamento descontente;
    É dor que desatina sem doer;"


    Sabe,é tão sincero tudo o que você escreve.
    Intenso.Puro.
    Dá pra sentir daqui teu coração...

    Florzinha,uma tarde linda pra ti!
    Beijos com todo meu carinho...

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Por que pensar sobre o amor?
    Basta amar...
    Bj

    ResponderExcluir
  5. "(...) me obrigava a ser só paz, a ser só tua, caminhando em minha direção de braços abertos, abraçando todo o amor que é teu por direito e por loucura."

    Lindo, lindo!
    Um beijo, querida!

    ResponderExcluir
  6. Que lindo post , Poliana !

    O amor é tudooooo ....

    BjãO e obrigada por seu carinho. :)

    ResponderExcluir
  7. Eu de volta , ...Rsrs

    Tive que vir aqui dizer que é recíproco , Poliana.

    Adoro seu cantinho , sempre encontro coisas bonitas , paz e muito amor ... Me sinto bem !

    BjãO! :)

    ResponderExcluir
  8. Ora é sempre tão improvável que alguém consiga definir o amor e entanto, as tentativas são lindas e enconrajadoras.... Acredito que cada ser humano (e não-humano) tem seu jeito inerente de amar... jeito esse que ao ser traduzido em palavras se torna pouco,efemero entretanto... como não falar de algo tão profundo, tão motivador, tão desejado?

    Beijos Poly, encanta-me visitar seu blog e ver coisas que me fazem refletir sobre a vida e até mesmo meus proprios sentimentos...

    ResponderExcluir
  9. A vida é mesmo assim... uma corda, um paraiso. Perfeito!

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  10. Bom diaaa linda!
    Quanta intensidade nas palavras....falar de amor
    é assim...
    Vc toca os corações com tanta profundidade, descreve o real no mais intimo dos intimos...
    Vc é maravilhosaaa...

    Bjusss

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. "abraçando todo o amor que é teu por direito e por loucura..."

    eiita meninaa!
    Coisas lindas que tu escreve!
    Gostei bastante daqui...
    Muito obrigada pela tua visita...
    Claro que pode voltar..
    Será um prazer.
    E eu, com certeza estarei sempre por aqui tb.

    BeijO graaande e abraço apertado!

    ResponderExcluir
  13. oi adorei o seu blog e seus poemas espero que me siga também
    bjoss

    ResponderExcluir
  14. Poly,eu achei você por aí e resolvi dar uma lidinha no texto! Você escreve muito bem e coisas lindas *-*
    Se quiser passar no meu,está convidada!
    Vou te add nos "favoritos"
    :*

    ResponderExcluir
  15. E viva ao amor rs rs.Ciencias sociais.bacana.Eu sonhava em fazer engenharia química,adorava.Os livros sempre presentes,aí letras, amei o curso, uma coisa boa dele foram amigos que fiz,gente boa de papo , de copo.esse ano tá esquisito sei lá. Vc gosta de cinema? eu adoro filmes ultimamente,que nem mostarda,eu não gostava de mostarda até ano passado e agora gosto o mundo esse ano tá esquisito sabe??!vc já se sentiu assim? se vc fizer psicologia vc cuida de mim? acho que tô surtando.

    ResponderExcluir
  16. tuas palavras descrevem o q a alma aflita grita por um amor... querendo se liberta de um coração... de um sentimento... de um mundo que naum é justo viver... de uma vida que naum eh masi vida...o viver por viver que naum faz sentido se naum tiverr o algm q amoo...

    ResponderExcluir
  17. adorei seu blog,é tão bom ter uma coisa assim pra gente poder se refletir nessas frases né?! hihih..
    beeijos ;@@

    ResponderExcluir
  18. Tão doce!!

    Ah menina tú encantas a alma!!

    beijo bom final de semana

    adoro teu cantinho!

    ResponderExcluir
  19. a sensação de ler tuas palavras e como uma música pra minha alma...
    tu tem muuuito talento, poly!E, assim como a Mônik, tmb espero ansiosamente por um livro teu.ain ain...já imaginou?!caraaamba! :D Ha!e já prometo logo, de dedinho, leio ele em 3 dias, não importa!apostado uma garrafa d tequila!rsrs
    te amo, minha bruxa colossa das galochas!rsrs

    ResponderExcluir
  20. Poly...sem palavras!

    Bjs!

    http://ameninaqueroubavaasimesma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Que lindo.
    Viajei lendo suas palvras. São doces, trasmitem ternura.
    Parabéns!!! Bju!

    http://inspiracaoentrelinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É PRECISO PRAFORIZAR-SE...