segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Derrotada


Perdida, drogada, sem vida...
Vomitando palavras amargas...
Pulando em carros em movimento,
Empinando moto,
Correndo no asfalto,
Odiava a vida;
Andava em cima do tempo a procura da morte;
Procurando a si mesma em valas, medos e riscos;
Ficando cada vez mais vazia de si...
Alma escondida, retida e encolhida em alguma parte de seu corpo abatido;
Outrora fora bela, inteligente e viva...
Agora pálida, ossuda e ridícula...
Beleza Mórbida;
Pensamentos corroídos pelo vicio...
A vida roubada pelo mundo hostil...
Ana que era tão amada...
Agora respira solidão;
Alimenta-se do passado;
Desabafando com sombras imundas;
Ana de várias Ana´s...
Ana derrotada;
Ana ridícula.
Escolhas ridículas
Traçou o pior caminho entre tantos...
Agora só restam os "se´s".

11 comentários:

  1. ahhh a derrota uma palavra depressiva, muitas vezes te levam à caminhos estranhos, outrora em caminhos perdidos, nunca nada de bom...
    adorei o poema.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. A alma do poeta trás mais beleza a palavra. Muito bonito.Gostei daqui e já te sigo.
    Obrigada por sua visita ao Delírio da Bruxa.
    Beijo
    Denise

    www.odeliriodabruxa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi querida!
    Obrigada por passar em meu blog =D
    Volte mais vezes!

    Bjks =*

    ResponderExcluir
  4. Poly adooorei, gosto muito das "suas" Ana's, pois ao partilhá-las elas acabam se tornando "nossas" também. Beijos querida!

    ResponderExcluir
  5. Oi Poliana
    "Vida roubada" que a Ana deixou levar.
    bonito poema de uma realidade que anda solta por aí.
    quantas vidas perdidas sem luz.
    que seu poema possa reconstruir alguma Ana e faze-la ver a luz ...
    abraços

    ResponderExcluir
  6. Oi, Poliana...
    Muuito bom o seu blog, suas idéias... Bom gosto e sensibilidade, quando se juntam, produz um ótimo resultado.
    Estou te seguindo.
    Beijos no coração,
    EDU (http://edurjedu.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  7. Poli, e foi só um pulo e já voltou?
    Como assim?
    Devia ter me dito! Encontraria tamanho potencial com maior prazer!!!

    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  8. Tem escolhas que são uma roubada na vida. Mas mesmo sabendo, muitos vão por esse caminho.

    ResponderExcluir
  9. entendo de sofre, de amar, de se perder, só não entendo que querer morrer.
    beijo!

    ResponderExcluir
  10. Oi lindaaa!
    Como sempre seus textos são maravilhosos, lindos e emocionantes...tmbm adoro suas
    "Ana´s"!

    Beijos com carinho!

    ResponderExcluir

É PRECISO PRAFORIZAR-SE...