quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Paixão é fogo que Arde...

            

               Seus olhos verdes me contemplavam de longe, tão intenso que mesmo a longa distância podia ver o brilho e a cor de sua íris, lindo, alto, esguio, seus lábios se contorciam em um sorriso, Cretino! Como pode ser tão lindo? Amor uma ova. Fui tão tola, tão estúpida, tão apaixonada, mesmo depois de tudo que fez não sinto a menor vontade de me afastar, seu sorriso age como imã em mim, me suga, eu derrapo em meu orgulho, escorrego em cima de minhas amarras, vou adiante com o coração humilhado, ele gargalha com o tom subliminar de “eu sabia!” Vergonha e desejo são o que sinto, mesmo lendo seu olhar indiferente, eu sigo ao seu encontro, como se seguisse ao encontro de uma droga ilícita convidativa em cima da mesa de um bar, sei que não devo, que é perigosa, que me faz mal, mas a sensação de prová-la, o delírio, o prazer de senti-la a me entorpecer é provocante demais, esta além de minhas forças evitar. Aproximo-me e ele estende sua mão, um fio de lucidez passa por mim, tão fraco e translúcido que não dura mais que alguns milésimos de segundos, Ele me aperta, me agarra, me puxa, como se meu corpo fosse a única chance de sobrevivência, tão canalha, convincente e sedutor.
              Como resistir a esse impulso primitivo? A essa paixão que para mim parece tão real? Ele me encara, eu amoleço, tão lindo! Sua voz exigente sussurrada em meu ouvido é o ponto final, estou condenada, perdida por aquele homem. “No meu apartamento ou no seu?” Daí em diante não sinto meus passos, de um impulso sou levada a um caminho que não tem mais volta, assaltada por uma dúvida infinita em uma paixão perigosa.

[Poliana Fonteles]




A paixão jamais combina com lógica ou com racionalidade.
 A paixão é uma prisão paradisíaca."
(Autor Desconhecido)




Ps.: Não posso deixar de agradecer  a  Milla do Blog Devaneios Fugazes que me fez um linda homenagem em seu blog, escrevendo sobre Minhas Anas. Não deixem de dar uma olhadinha. Obrigada Milla querida.

30 comentários:

  1. um arraso de texto!!!
    ninguem segura essa menina e suas histórias!!!

    liindo menina mulek

    Amo

    ResponderExcluir
  2. eh..eh.. ham...acho que to sentindo isso ain!!rs
    ei vc eh um espetáculo!
    Olhe vi um link num blog assim "Blog que pode virar livro" eu imediatamente entrei pra fazer a SUA inscrição, mas já passou o concurso, as inscrições..Deu uma raiva.

    Um sonho meu: TER UM LIVRO ESCRTO POR VOCÊ, POLIANA FONTELES.

    Te amo..
    minha flor de mandacaru!

    ResponderExcluir
  3. Eita vício bom! Paixão,paixão.paixão!!!!

    Ótimo texto, Poly! Cheio de verdades sobre o que a paixão nos faz.rsrsrs

    Bjooooooooooooooos!

    ResponderExcluir
  4. Consegui sentir cada pulsar de vida em tua narrativa.
    Adorei!!!

    ResponderExcluir
  5. Que textooo em menina?!
    Mergulhei nele e fui longe, mas essa paixão é como doce depois de uma caixa de chocolate no meio de uma dieta, rsrs

    Bjinhos

    Mila

    ResponderExcluir
  6. olá
    que bom que encontro ainda
    na net cantinhos tão lindos
    e originais assim
    venho te oferecer o meu link
    com carinho te aguardo
    até mais...........

    ResponderExcluir
  7. Cade meu comentário? tava aqui agorinha..
    ainn raiva..
    ei quero te fazer um desafio..
    Vi em alguns blogs e quero vc faça!rs
    vc vai dizer:
    7 coisas que você tem que fazer antes de morrer.
    7 coisas que você mais diz.
    7 coisas que você faz bem.
    7 defeitos seus.
    7 coisas que você ama.
    7 qualidades
    7 pessoas pra fazer esse jogo.

    AMOOOO muitooo!

    ResponderExcluir
  8. Prosa poética é assim deliciosa,
    simplesmente amorosa.
    como resistir ?
    adorei Fonteles
    abraços

    ResponderExcluir
  9. Paixão é essa coisa quente que gela o estômago :)

    beijos cintilantes Poli

    ResponderExcluir
  10. Ah que fofa vc hein! Amei...mto bom encontrar meninas lindas por aqui...vagando sempre em nosso submundo virtual e sentimental!
    Aprofundamento diário do eu, declarado e escancarado em nossas palavras.

    Má que paixão hein moçinha de tirar o fôlego...
    Delete-ie nesta descoberta até conhecer o verdadeiro amor.

    Xêruuuuu

    ResponderExcluir
  11. Olá Poly adorei o seu blog, singelo e muito agradavel... adorei os seus post...
    já sou sua seguidora, e obrigado pela visitinha em meu blog... bjssss

    ResponderExcluir
  12. Ahhh Polyana...vá saber?
    Nos rendemos a tantas paixões.
    Mas acho isso necessário...
    Faz bem pra alma e pra mente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Wow Polly, de nada muié...

    Querida eu fiquei até arrepiada qndo li sua postagem agora. Somos tão vulneráveis qndo estamos apaixonados, mas não creio que seja ruim, se nos deixássemos levar sempre pelo mais lógico não viveriamos intensos momentos de loucura... aqueles momentos que realmente dão sentido à nossa vida, mesmo com um peso por ter se entregado à eles, é sempre bom saber que ao menos relutou, mas não conseguiu....

    ResponderExcluir
  14. sentir borobletas no estomago nao eh lindo?

    ResponderExcluir
  15. Ah! a paixão, que nos pega de sopetão... aí já não dá mais pra segurar.
    Lindo texto, amei de paixão.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Perfeito, tu tens um estilo peculiar!!

    Bxss

    Confissões Insanas

    ResponderExcluir
  17. Oi linda!
    Vim aqui avisar que te indiquei pra um desafio no meu blog. Vi que a Gisélia tbm propôs, então... se quiser participar, tá valendo!

    ResponderExcluir
  18. Oi,Poly!Menina tu escreve de um jeito tão encantador e eu sempre me identifico com teus posts, parece que tu consegue por no papel tudo o que eu queria dizer,mas muitas vezes não consigo, é bem assim que me sinto uma dependente química da paixão apesar de saber de todos os riscos,de todos os poréns...
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Texto forte.

    Gostei muito.

    Grande Beijo!

    ResponderExcluir
  20. Adorei teu blog também!
    Muito bom! Parabens!

    ResponderExcluir
  21. Eh sentimento que envolve, enlaça todos os desejos juntos. Confesso que nas primeiras linhas que fui lendo, um romantimo quase clichê foi brotando dentro de mim, posteriormente, me envolvendo palavra por palavra do texto, o romantismo abriu espaço para o desejos mais intensos. Ótimo texto, flor.
    Beijoca.

    ResponderExcluir
  22. Oi,Poly!A paixão não tem lógica mesmo e lá vou eu em busca do meu vício ver se me acho ou me perco de vez...
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Armadilhas e armadilhas! Mas essa é a face da paixão! Arde e queima - sempre inconsequente e regida por seus próprios desejos! Cuidado com esse fogo guria!
    Bjkkkks

    ResponderExcluir
  24. Nossa, como que eu ainda não estava seguindo esse blog?! Perfeito demais!!!!
    Vc escreve muito bem, adorei os posts!
    Já estou seguindo! :)
    Bjooo

    ResponderExcluir
  25. Minha amiga, cá entre nós nem eu suportaria tanta tentação. kkkkkkkkkkkkkk
    Ninguém suportaria tamanha paixão... e quer saber mais do que, aproveita mesmooooooooooooooooo.
    Têm paixões que são como tufões tiram tudo do lugar... mais tb ficar na mesmice a vida toda é perda de tempo...
    O negócio mesmo e curtir o momento e dpois que ela acabar procurar outros momentos que sejam tão valiosos quanto.

    Kisses
    Thaty
    PEdaços do Cotidiano

    ResponderExcluir
  26. insensato coração por que me fizeste sofrer?

    bjo!

    ResponderExcluir

É PRECISO PRAFORIZAR-SE...