sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Vida Louca...

          
           A Vida me seqüestra, me usurpa, me difama, me joga no meio do salão e espera que eu dance sozinha. De longe me condena, pois eu tropeço em meus próprios pés.
           Se fico em pé, não tenho postura, se me sento sou preguiçosa, se me deito eu já morri.Vida exigente, Vida maluca, me afunda no mar da existência e pede que de lá eu traga fogo, ardendo em minhas mãos, “não se queime” ela determina.
           Me leva ao mais alto dos abismos, ordena que eu salte, e  que ao chegar no meio do caminho eu crie azas e voe o mais alto que eu puder, até alcançar constelações de sonhos vivos, temerosos de caírem em buracos negros e virarem poeira cósmica, não preciso perguntar, terei que salvá-los.
          Quando Chego no chão, com as mãos abarrotadas de bebês sonhos, já sentindo o prazer do descanso, a Vida vibrante e incansável, me olha nos olhos, contorce a boca com aquela expressão doentia de ultimato e grita achando que está sussurrando  "Você é capaz de tudo garota, então acorda e dança direito que eu quero ver”. Vida Louca,  não sabe falar baixinho, ela tem que gritar, e ainda tem gente que não escuta.

 [Poliana Fonteles]



"A vida é uma pedra de amolar:
 desgasta-nos ou afia-nos,
conforme o metal de que somos feitos.
[George Bernard Shaw]

"Vida Louca, vida, vida breve,
já que eu não posso te levar, quero que você me leve"
[Cazuza]

30 comentários:

  1. Poliana,

    Seus textos estão cada dia melhores ... :)
    E sejamos loucos e surtemos !!!

    BjO Grandeeeeeeeeeeee ......

    ResponderExcluir
  2. Poliana adorei sua entrada no meu blog, obrigada pelas palavras e pela oportunidade de conhecer seu cantinho. Vou percorrê-lo com muita atenção pois já percebi que tem muita paixão.bjs, Eliete

    ResponderExcluir
  3. Flor obg pelo carinho
    Lindo teu espaço
    sigo-te


    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente perfeito Querida... Profundo....

    Quero poder escutar os gritos que a vida me sussurra

    ResponderExcluir
  5. Oi Poli, obrigada pela visita e por ter gostado tb!
    Um bjão pra vc amiga!
    Gena

    ResponderExcluir
  6. Deixa ela te conduzir "menina maluca"
    a vida é matuta mas sabe o que diz :D

    beijos cintilantes Poli

    ResponderExcluir
  7. Adoro Cazuza...

    A vida sempre cheia de grandes surpresas e emoções, somos nós, cada um, protagonista, e depende de cada, buscar um amanhã melhor através de suas escolhas. Que sejam corretas, sempre!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Estou aqui navegando nos blogs amigos em busca de inspiração e leio esse texto lindo e alto astral. Que maravilha. E tem gente que ainda não escuta a vida.
    Parabéns, moça.

    BeijooO'

    ResponderExcluir
  9. Que vida mais maluca, louca por passos cada vez mais inusitados e surpreendentes.
    E vamos nela, tentando criar, recriar, substituir, preencher, tentar deixa-la menos parada.



    adorando teus textos!!!
    bjim

    ResponderExcluir
  10. Lindo...lindo, sentir as suas palavras!
    "...eu tropeço em meus proprios pés."
    As vezes sou assim tmbm.

    Te seguir é um encanto minha linda!
    Te adoroooooooooooooooo

    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  11. Um dos mais lindos que já li.
    Nada de sussurro.
    esse foi gritante mesmo.
    :)

    BeijO, minha linda!

    ResponderExcluir
  12. Oi Poliana!
    Tudo bem? Muito obrigada pela sua visita ao meu blog. Adorei o que escreveu sobre como somos ou o que somos diante da vida. Somos praticamente marionetes, achando que podemos tudo e, no final, descobrimos que fazemos apenas o que ela manda (e desmanda!).
    Muito bom. Parabéns!
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  13. E quem não sabe dançar?

    É, quem não sabe dançar, dança.

    Saudações.

    ResponderExcluir
  14. Sim. A vida exige tudo isso da gente e sobretudo, que não paremos diante de situações adversas. Nunca. Cruel, eu penso!

    ResponderExcluir
  15. Que lindo, Poliana!
    Também aprendi a gritar A vida e não com ela.

    Beijo e muito obrigada pelo elogio!

    :)

    ResponderExcluir
  16. Bom dia,Poly!Pois é a vida grita em auto e bom som,mas as vezes estamos tão ocupados com outras coisas que não escutamos, ou fingimos não escutar seus gritos.
    "A vida é aquilo que acontece conosco enquanto fazemos outros planos."
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Linda prosa que nos estimula a continuar o vôo até onde possamos alcançar.
    E chegando colher os frutos, saborear.
    abraços poetinha

    ResponderExcluir
  18. Neste caso, o grito, é a força dos que tem toda razão.

    Te abraço com carinho

    ResponderExcluir
  19. Poli!!!

    É isso. A vida acontece no meio dessa pressa e nos faz dançar num ritmo qualquer.

    Adoreiiiiiiiiiiiiii


    beijocas. Boa semana

    ResponderExcluir
  20. As vezes a vida parece exigir muito de nós mesmo..Porém, há vezes que ela apenas nos deixa sobreviver..São os enlaces que fazemos em nossas vidas que nos permitem não adoecer na inconstancias de tantos fatos..VC MEU ENLACE, MINHA FORÇA MOTORA QUE ME FAZ VIVER.OBRIGADA MINHA FLOR POR TUDO!

    ResponderExcluir
  21. Eita, simplesmente adorei Poli, ávida é mesmo cheia de exigências conosco, mas nós também somos com ela...rs
    O melhor é cair sempre de pé, e mexendo sempre com os braços, assim ela vai perceber em nós euforias e fica mais alegre... :)
    Que seja linda tua semana.

    ResponderExcluir
  22. adorei!! mt bom.. é, temos que parar e ouvir um poquinho o que a vida tem a dizer.. ela pode ser muito sábia.
    bjs

    ResponderExcluir
  23. Poliana, adorei teu texto... talvez seja por causa dessa vida tão exigente que eu esteja tão perdida...

    Beijão!

    ResponderExcluir
  24. Poly, não sabia que você tem esse dom tão lindooo... Que bacana!
    Parabéns pelas escritas, são maravilhosas!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Nossa :O
    É exatamente assim! Adorei *-*
    Parabéns!
    Abraços

    ResponderExcluir

É PRECISO PRAFORIZAR-SE...