terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Ana que sente... Que sente muito.



Ela tinha o coração tão grande que abrigava todos os sentimentos, uns inchavam com o tempo, outros se encolhiam, a mistura de alguns ocasionava raiva cega, ou até mesmo passividade absurda. Ana era intensa, ou era muito ou nada, ou era exorbitante feliz ou caoticamente triste.
Para Ana não existia momentos, os acontecimentos não eram bastardos, eles eram filhos do destino. E por isso agora se cobria do pranto, com a cabeça apoiada em antigas lembranças, sondando a memória e castigando os sentimentos mimados, afogando-os.


[Poliana Fonteles]




13 comentários:

  1. Que sejamos tudo ou nada...
    Que sejamos intensos ou nada...
    Que sejamos e sintamos tudo ou nada......


    Beijos Poly!

    ResponderExcluir
  2. viva a intensidade! a boa intensidade...

    ResponderExcluir
  3. Olá Poliana,

    Intensidade este é seu nome: Ana! Uma vez que todos somos “poli”, somos também Ana e nos vemos neste espetacular e sensível texto.

    Obrigada pela agradável visita e comentário. Beijos com carinho e ótima semana.

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto Poliana,

    Essa Ana lembra tanto uma certa Juli.ana rs,s
    Viver intensamente para mim, sempre parece o melhor caminho.

    Tenha uma linda noite!
    Bjs & abraços!

    ResponderExcluir
  5. Com muita intensidade esse texto.
    Lindo,
    amei.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Amei muito seu blog, por isso to seguindo.
    Se poder depois olha o meu : garotasindiscretas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Que lindo, tu escreve muito bem!

    beijinhos
    http://www.deliriosdeconsumo.com/

    ResponderExcluir
  8. é essa nossa multiplicidade que nos torna tão interessantes...somos feitos de Ana's

    tá tudo tão bonito aqui ou é minha saudade?

    minha vida tá corrida mas eu tento estar presente

    beeeeeeeeeijo Poly

    ResponderExcluir
  9. Poliana,

    Que maravilha de entrega...gosto quando escreve assim.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  10. intensamente feliz - e triste ao mesmo tempo.

    ResponderExcluir
  11. Obrigada linda pela sua visita....eu nem vou dizer que vc é que me faz pensar muito mais do que devia....rsrsrs....Tive um acidente com o blog mas consegui salvar a tempo....que bom que gostou....

    Um bjão flor....

    ResponderExcluir

É PRECISO PRAFORIZAR-SE...