terça-feira, 25 de agosto de 2015



“Eu tô bem”, limpo, fácil, sem extensões, porquês ou sentimentos inevitáveis. O “Eu tô bem” nos dá tempo, tempo para fugir, para se esquivar, entrar de baixo das cobertas, fechar os olhos e não deixar nada entrar. Eu sou forte, eu consigo, eu luto, eu desfaleço, eu caio, eu me afogo na angustia guardada, cujas brechas enegrecidas romperam impetuosamente. Mas... eu tô bem! 

7 comentários:

  1. Que lindeza ler você novamente.

    kiss
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br
    www.devaneiosfugazes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. acima de tudo, "eu to bem" to sempre bem pra qualquer um que ouse entrar, ou só perguntar, mas na verdade o turbilhão dentro de si, ainda continua girando e causando algumas náuseas, mas eu to bem, não se preocupe...

    adorei seu post ♥

    ResponderExcluir
  4. Encontrei seu blog e é uma honra estar a ver e ler o que escreveu, quero felicitar-vos, pois é um bom blog, sei que irá sempre fazer o melhor, dando-nos boas noticias, e bons temas.
    Quero aproveitar a oportunidade para partilhar o meu blog : Peregrino E Servo.
    Vou ficar muito feliz se tiver a gentileza de fazer uma visita ao meu blog.
    PS. Se seguir, fique a saber que irei seguir também seu blog, se o conseguir encontrar.
    António Batalha.
    Parabéns e muitas felicidades.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

É PRECISO PRAFORIZAR-SE...